• Respostas Caderno do Aluno

    Infeslimente ainda são respostas da apostila antiga, mais algumas respostas são as mesmas! Logo mais a apostila 2014 aqui!

  • Filmes Online Grátis

  • SLIDE 3 TÍTULO

  • GRAVADOS

  • Últimas Postagens.

    Caderno do Aluno
    ensino médio 3º série
    Sociologia
    Página 4

    Ser cidadão é...
    Respeitar as regras
    Direito ao trabalho, saúde
    Direito a escolas

    Cidadania é...
    União dos cidadãos livres

    2.
    (x) Sim, eu me considero cidadão porque Meus pais pagam impostos, e eu sou uma pessoa entre muitas na sociedade.

    3.
    Grécia Antiga
    Características do cidadão..
    O homem, Pessoas livres, Comerciantes

    Não eram considerados cidadãos
    As mulheres, as crianças, os estrangeiros.

    Roma Antiga
    Características do cidadão..
    Homens livres, pessoas com cargo público

    Não eram considerados cidadãos
    Os escravos e devedores.

    Pagina 5

    Direitos Civis - Liberdade do individuo, ir e vir, justiça, trabalho, escolher.

    Direitos Políticos - Votar, exigir, participação política.

    Direitos sociais - Atender as necessidades básicas do ser humano = alimento, Habitação, saúde, educação ...

    Direitos Humanos - Família, vida igualdade social ...

    Página 6

    1. Quais são os direitos defendidos na Declaração de Independência dos Estados Unidos ?
    R: Basicamente era que todos os homens foram criados iguais ,foram dotados pelo criador de certos direitos inalienáveis ,que entre estes a vida , a liberdade busca a felicidade

    2. Quem deve ser o responsável pela formação e organização do governo ?
    R: Os responsáveis somos nós mesmos o povo que devemos eleger líderes honestos e capazes de desenvolver um governo bom ao seus País .

    3 Você consegue identificar qual foi o pensador iluminista que inspirou essas idéias ?
    " Jean Jacques Rousseau" , que defendeu os direitos do povo .

    Página 8

    1)Que hoje temos de certa forma mais direitos que antes, onde só conseguíamos por mérito.

    2A defesa dos direitos do homem. “Declaração dos direitos do homem e do cidadão”.

    Página 8

    1- A concepção grego-romano era avaliados cidadoes os reis, nobres e proprietários de terras, e na declaração do direitos do homem e do cidadão é igualdade para todos os seres pobres, escravos,mulheres,negros e etc.

    2-
    Civis= art.2 e art.7
    Sociais= art.3; art.9;e art.10
    Humanos= art1 e art.6
    Politicos= art.4; art.8 e art.5
    Página 11
    direito da criança e do adolesceste ,trabalho escravo e infantil,convenio medico ,folga uma vez por semana

    Página 09 


    Quadro

    Revoluções inglesas de 1640 e 1688:
    A classe burguesa conseguiu limita o poder do rei, com a criação da monarquia constitucional.

    Revolução Americana de 1776:
    Estabeleceu a divisão de poderes a eleição regular para presidente e uma constituição com base em princípios de liberdade.

    Revolução Francesa de 1789:
    Derrubou a monarquia absoluta, estabeleceu um governo de representação população, propôs com uma constituição que estendeu o direito de votar e ser votado.

    Página 11

    Direito da criança e do adolescente trabalho escravo e infantil convenio médico folga uma vez por semana. Trabalho exaustivo, má condição de trabalho e idade.

    Página 13 

    1) no começo as situações dos trabalhadores era impossível , as regras e leis de trabalhos era de 9 a12 ano se só poderia trabalhar nas fabricas de algodões .Mas os trabalhadores foram querendo se desenvolver mais e começaram a participar de sindicatos e dizendo o que poderia ser melhor para eles

    2)naquele tempo a idade mínima para trabalhar era de 10 anos e as mulheres não podiam trabalhar por mais de 56 horas por semanas. Já hoje para uma pessoa trabalhar precisa ser maior de idade ter no mínimo 18 anos,e a mulher trabalha todos o dias

    3) sim pois mudou várias coisas daqueles tempos por hoje (...)

    Página 17

    A Declaração de 1948 foi inspirada na de 1789. O principio de igualdade e liberdade permanece os mesmos.
    O direito à vida é enfatizado, e a discriminação de qualquer espécie é repudiada.

    Página 18

    2.
    a) 1 à 6
    b) 9 à 11 e 21
    c) 23 à 26
    d) 20,21 e 22

    Página 20

    O que você aprendeu ?

    1) Eram leis semelhantes, mas mesmo assim, ainda naquela época as pessoas não eram, totalmente tratadas como estava escrito nas leis.

    2) Procuravam defender os direitos dos trabalhadores, dos cidadãos, porque eram tratados como máquinas e, tinham que mostrar um desempenho e um lucro semelhante e até mesmo maior à uma.


    Página 20 e 21 

    3- Isso aconteceu para que não houvesse descriminação a nenhum ser humano, assim todos sento livres e iguais seja por qual qer cor de pele

    4- Este trecho acima mostra que todos que nascem não importa nada e sim todos são iguais.

    Página 22 & 23

    A) Lei áurea (abolição da escravidão) : Liberdade
    B) Carteira de Trabalho (consolidação das leis do trabalho) : Direitos Trabalhistas.
    C) Comício pró direitos para presidente : Direito de voto e ser votado.
    D) Capa constituição, brasileira : Leis Federativas.
    via: 100 Repetentes

    SOCIOLOGIA - VOL 1 - 3º ANO

    Alan Garofano  |  AS  quarta-feira, maio 21, 2014

    Caderno do Aluno
    ensino médio 3º série
    Sociologia
    Página 4

    Ser cidadão é...
    Respeitar as regras
    Direito ao trabalho, saúde
    Direito a escolas

    Cidadania é...
    União dos cidadãos livres

    2.
    (x) Sim, eu me considero cidadão porque Meus pais pagam impostos, e eu sou uma pessoa entre muitas na sociedade.

    3.
    Grécia Antiga
    Características do cidadão..
    O homem, Pessoas livres, Comerciantes

    Não eram considerados cidadãos
    As mulheres, as crianças, os estrangeiros.

    Roma Antiga
    Características do cidadão..
    Homens livres, pessoas com cargo público

    Não eram considerados cidadãos
    Os escravos e devedores.

    Pagina 5

    Direitos Civis - Liberdade do individuo, ir e vir, justiça, trabalho, escolher.

    Direitos Políticos - Votar, exigir, participação política.

    Direitos sociais - Atender as necessidades básicas do ser humano = alimento, Habitação, saúde, educação ...

    Direitos Humanos - Família, vida igualdade social ...

    Página 6

    1. Quais são os direitos defendidos na Declaração de Independência dos Estados Unidos ?
    R: Basicamente era que todos os homens foram criados iguais ,foram dotados pelo criador de certos direitos inalienáveis ,que entre estes a vida , a liberdade busca a felicidade

    2. Quem deve ser o responsável pela formação e organização do governo ?
    R: Os responsáveis somos nós mesmos o povo que devemos eleger líderes honestos e capazes de desenvolver um governo bom ao seus País .

    3 Você consegue identificar qual foi o pensador iluminista que inspirou essas idéias ?
    " Jean Jacques Rousseau" , que defendeu os direitos do povo .

    Página 8

    1)Que hoje temos de certa forma mais direitos que antes, onde só conseguíamos por mérito.

    2A defesa dos direitos do homem. “Declaração dos direitos do homem e do cidadão”.

    Página 8

    1- A concepção grego-romano era avaliados cidadoes os reis, nobres e proprietários de terras, e na declaração do direitos do homem e do cidadão é igualdade para todos os seres pobres, escravos,mulheres,negros e etc.

    2-
    Civis= art.2 e art.7
    Sociais= art.3; art.9;e art.10
    Humanos= art1 e art.6
    Politicos= art.4; art.8 e art.5
    Página 11
    direito da criança e do adolesceste ,trabalho escravo e infantil,convenio medico ,folga uma vez por semana

    Página 09 


    Quadro

    Revoluções inglesas de 1640 e 1688:
    A classe burguesa conseguiu limita o poder do rei, com a criação da monarquia constitucional.

    Revolução Americana de 1776:
    Estabeleceu a divisão de poderes a eleição regular para presidente e uma constituição com base em princípios de liberdade.

    Revolução Francesa de 1789:
    Derrubou a monarquia absoluta, estabeleceu um governo de representação população, propôs com uma constituição que estendeu o direito de votar e ser votado.

    Página 11

    Direito da criança e do adolescente trabalho escravo e infantil convenio médico folga uma vez por semana. Trabalho exaustivo, má condição de trabalho e idade.

    Página 13 

    1) no começo as situações dos trabalhadores era impossível , as regras e leis de trabalhos era de 9 a12 ano se só poderia trabalhar nas fabricas de algodões .Mas os trabalhadores foram querendo se desenvolver mais e começaram a participar de sindicatos e dizendo o que poderia ser melhor para eles

    2)naquele tempo a idade mínima para trabalhar era de 10 anos e as mulheres não podiam trabalhar por mais de 56 horas por semanas. Já hoje para uma pessoa trabalhar precisa ser maior de idade ter no mínimo 18 anos,e a mulher trabalha todos o dias

    3) sim pois mudou várias coisas daqueles tempos por hoje (...)

    Página 17

    A Declaração de 1948 foi inspirada na de 1789. O principio de igualdade e liberdade permanece os mesmos.
    O direito à vida é enfatizado, e a discriminação de qualquer espécie é repudiada.

    Página 18

    2.
    a) 1 à 6
    b) 9 à 11 e 21
    c) 23 à 26
    d) 20,21 e 22

    Página 20

    O que você aprendeu ?

    1) Eram leis semelhantes, mas mesmo assim, ainda naquela época as pessoas não eram, totalmente tratadas como estava escrito nas leis.

    2) Procuravam defender os direitos dos trabalhadores, dos cidadãos, porque eram tratados como máquinas e, tinham que mostrar um desempenho e um lucro semelhante e até mesmo maior à uma.


    Página 20 e 21 

    3- Isso aconteceu para que não houvesse descriminação a nenhum ser humano, assim todos sento livres e iguais seja por qual qer cor de pele

    4- Este trecho acima mostra que todos que nascem não importa nada e sim todos são iguais.

    Página 22 & 23

    A) Lei áurea (abolição da escravidão) : Liberdade
    B) Carteira de Trabalho (consolidação das leis do trabalho) : Direitos Trabalhistas.
    C) Comício pró direitos para presidente : Direito de voto e ser votado.
    D) Capa constituição, brasileira : Leis Federativas.
    via: 100 Repetentes

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk


    tirinhas

    Bem assim nos dias de hoje né pessoal ? kkkkkk

    Alan Garofano  |  AS  quarta-feira, maio 21, 2014

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk


    Segundo os (PCNs) a luta pode constituir a Educação Física nas escolas 
    Segundo os (PCNs) a luta pode constituir a Educação Física nas escolas

    Geralmente a Educação Física na escola é vista como uma disciplina complementar, como se ela fosse menos importante do que Matemática, História ou Língua Portuguesa. Será que é verdade? É preciso compreender que a Educação Física é uma disciplina obrigatória do currículo escolar e que apresenta características próprias, como veremos a seguir.
    O termo Educação Física pressupõe a ideia de controle do corpo ou, ainda, de controle do físico. Educar, desde o século XVII, é uma ação que está intimamente relacionada à disciplina corporal: a separação proposta por Descartes, entre corpo e mente, torna-se base de todo o processo educacional ocidental. Fato bastante visível nas salas de aula: o corpo fica sentado e parado, sem “atrapalhar” o exercício de raciocínio e de aprendizado feito pela mente.
    A princípio, a Educação Física, quando inserida no currículo escolar, era tida como um momento para a prática da ginástica, com a finalidade de deixar o corpo saudável. Após muitas reformas na própria ideia de Educação Física, atualmente ela é uma disciplina complexa que deve, ao mesmo tempo, trabalhar as suas próprias especificidades e se inter-relacionar com os outros componentes curriculares. Segundo os Parâmetros Curriculares Nacionais (PCNs), documento oficial do Ministério da Educação, a Educação Física na escola deve ser constituída de três blocos:

    Jogos, Ginásticas, Esportes e LutasAtividades rítmicas e expressivas
    Conhecimentos sobre o corpo

    Segundo o documento, essas três partes são relacionadas entre si e podem ou não ser trabalhadas em uma mesma aula.
    O primeiro bloco, “jogos, ginásticas, esportes e lutas”, compreende atividades como ginástica artística, ginástica rítmica, voleibol, basquetebol, salto em altura, natação, capoeira e judô. O segundo bloco abrange atividades relacionadas à expressão corporal, como a dança, por exemplo. Já o terceiro bloco propõe ensinar ao aluno conceitos básicos sobre o próprio corpo, que se estendem desde a noção estrutural anatômica, até a reflexão sobre como as diferentes culturas lidam com esse instrumento.
    Se analisarmos uma aula em que o professor trabalha apenas os quatro esportes coletivos (voleibol, basquetebol, futebol e handebol), sob a ótica de uma Educação Física que visa à reflexão do aluno sobre si e sobre a sociedade em que está inserido, logo perceberemos o quão pobre se torna a experiência sobre o corpo nessas aulas. Nesse sentido, é fundamental que a compreensão de si, de sua cultura e de outras culturas seja ampliada, a fim de efetivar a disciplina de Educação Física como um componente curricular educacional.
    A Educação Física tem uma vantagem educacional que poucas disciplinas têm: o poder de adequação do conteúdo ao grupo social em que será trabalhada. Esse fato permite uma liberdade de trabalho, bem como uma liberdade de avaliação – do grupo e do indivíduo – por parte do professor, que pode ser bastante benéfica ao processo geral educacional do aluno.

    Por Paula Rondinelli
    Colaboradora Brasil Escola
    Graduada em Educação Física pela Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” – UNESP
    Mestre em Ciências da Motricidade pela Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” – UNESP
    Doutoranda em Integração da América Latina pela Universidade de São Paulo - USP

    Educação Física

    Educação Física - Sua Importância

    Alan Garofano  |  AS  quarta-feira, março 12, 2014

    Segundo os (PCNs) a luta pode constituir a Educação Física nas escolas 
    Segundo os (PCNs) a luta pode constituir a Educação Física nas escolas

    Geralmente a Educação Física na escola é vista como uma disciplina complementar, como se ela fosse menos importante do que Matemática, História ou Língua Portuguesa. Será que é verdade? É preciso compreender que a Educação Física é uma disciplina obrigatória do currículo escolar e que apresenta características próprias, como veremos a seguir.
    O termo Educação Física pressupõe a ideia de controle do corpo ou, ainda, de controle do físico. Educar, desde o século XVII, é uma ação que está intimamente relacionada à disciplina corporal: a separação proposta por Descartes, entre corpo e mente, torna-se base de todo o processo educacional ocidental. Fato bastante visível nas salas de aula: o corpo fica sentado e parado, sem “atrapalhar” o exercício de raciocínio e de aprendizado feito pela mente.
    A princípio, a Educação Física, quando inserida no currículo escolar, era tida como um momento para a prática da ginástica, com a finalidade de deixar o corpo saudável. Após muitas reformas na própria ideia de Educação Física, atualmente ela é uma disciplina complexa que deve, ao mesmo tempo, trabalhar as suas próprias especificidades e se inter-relacionar com os outros componentes curriculares. Segundo os Parâmetros Curriculares Nacionais (PCNs), documento oficial do Ministério da Educação, a Educação Física na escola deve ser constituída de três blocos:

    Jogos, Ginásticas, Esportes e LutasAtividades rítmicas e expressivas
    Conhecimentos sobre o corpo

    Segundo o documento, essas três partes são relacionadas entre si e podem ou não ser trabalhadas em uma mesma aula.
    O primeiro bloco, “jogos, ginásticas, esportes e lutas”, compreende atividades como ginástica artística, ginástica rítmica, voleibol, basquetebol, salto em altura, natação, capoeira e judô. O segundo bloco abrange atividades relacionadas à expressão corporal, como a dança, por exemplo. Já o terceiro bloco propõe ensinar ao aluno conceitos básicos sobre o próprio corpo, que se estendem desde a noção estrutural anatômica, até a reflexão sobre como as diferentes culturas lidam com esse instrumento.
    Se analisarmos uma aula em que o professor trabalha apenas os quatro esportes coletivos (voleibol, basquetebol, futebol e handebol), sob a ótica de uma Educação Física que visa à reflexão do aluno sobre si e sobre a sociedade em que está inserido, logo perceberemos o quão pobre se torna a experiência sobre o corpo nessas aulas. Nesse sentido, é fundamental que a compreensão de si, de sua cultura e de outras culturas seja ampliada, a fim de efetivar a disciplina de Educação Física como um componente curricular educacional.
    A Educação Física tem uma vantagem educacional que poucas disciplinas têm: o poder de adequação do conteúdo ao grupo social em que será trabalhada. Esse fato permite uma liberdade de trabalho, bem como uma liberdade de avaliação – do grupo e do indivíduo – por parte do professor, que pode ser bastante benéfica ao processo geral educacional do aluno.

    Por Paula Rondinelli
    Colaboradora Brasil Escola
    Graduada em Educação Física pela Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” – UNESP
    Mestre em Ciências da Motricidade pela Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” – UNESP
    Doutoranda em Integração da América Latina pela Universidade de São Paulo - USP



    Agora o SemRepetentes está de cara nova, e pretendemos fazer dele um dos maiores blogs de pesquisa da web, um lugar para ; pesquisas escolares, humor, entretenimento,downloads e noticias, e precisamos de postadores para fazer parte da Equipe SemReptentes, para mandar sua proposta é muito simples preencha os com os dados abaixo e nos envie via e-mail! 
    Nome Completo:
    Idade: 
    Trabalha ?
    Horários Livres para postagens:
    Quantas postagens por dia ou semana ? 
    Ultimos Trabalhos na área:
    Email para contato : alangarofano2@gmail.com
     (UMA GRANDE OPORTUNIDADE PARA MOSTRAR PARA PESSOAS DO MUNDO INTEIRO O TEU SERVIÇO!) Venha Fazer parte de nossa Equipe ! 
    Alan Garofano  |  AS  domingo, março 09, 2014



    Agora o SemRepetentes está de cara nova, e pretendemos fazer dele um dos maiores blogs de pesquisa da web, um lugar para ; pesquisas escolares, humor, entretenimento,downloads e noticias, e precisamos de postadores para fazer parte da Equipe SemReptentes, para mandar sua proposta é muito simples preencha os com os dados abaixo e nos envie via e-mail! 
    Nome Completo:
    Idade: 
    Trabalha ?
    Horários Livres para postagens:
    Quantas postagens por dia ou semana ? 
    Ultimos Trabalhos na área:
    Email para contato : alangarofano2@gmail.com
     (UMA GRANDE OPORTUNIDADE PARA MOSTRAR PARA PESSOAS DO MUNDO INTEIRO O TEU SERVIÇO!) Venha Fazer parte de nossa Equipe ! 

    Alan Garofano  |  AS  segunda-feira, março 03, 2014

    OPÇÃO 1


    OPÇÃO 2

    Alan Garofano  |  AS  segunda-feira, março 03, 2014

    OPÇÃO 1


    OPÇÃO 2

    A arte grega ainda tem influência sobre os padrões estéticos do mundo contemporâneo.
    A arte grega ainda tem influência sobre os padrões estéticos do mundo contemporâneo.
    Ao falarmos sobre a arte grega, temos uma grande dificuldade comum a toda civilização que tem suas manifestações investigadas. Estando subordinada ao tempo e à cultura, a arte grega assume traços e características que variam bastante ao longo do tempo. Assim como nós, os interesses temáticos e estéticos da população grega variaram bastante com o passar dos séculos. Isso, sem contar que esse mesmo povo era formado por várias cidades-Estado e entrou em contato com outras civilizações do mundo antigo.

    Se pudermos destacar um aspecto que difere a arte grega das outras civilizações, devemos então explorar a questão do lugar que a arte ocupou na vida desse povo. Ao contrário de outros povos, os gregos não restringiram o desenvolvimento de sua arte a um único aspecto de suas vidas (como a religião) e nem atrelou a mesma aos interesses de um único grupo social. Entretanto, isso não quer dizer que os gregos transformaram sua arte em um âmbito autônomo e livre de influências.

    Umas das mais interessantes características da arte grega é a preocupação em se pensar e retratar as ações humanas. Com isso, vemos que os gregos estabelecem a exploração de temáticas que singularizam o aparecimento do homem nas artes. Ainda a esse respeito, podemos ver que a escultura e a pintura grega, por exemplo, reforçam ainda mais esse traço humanístico ao promover o desenvolvimento de técnicas que reproduziam o corpo com grande riqueza de detalhes.

    No âmbito das artes cênicas, os gregos fundaram gêneros que até hoje organizam as várias modalidades do teatro contemporâneo. A tragédia e a comédia aparecem como textos em que os costumes, instituições e dilemas da existência eram discutidos através da elaboração de narrativas e personagens bastante elaboradas. Tendo grande prestigio entre a população, o teatro atraía os olhares de várias pessoas que se reuniam para admirar e discutir as peças encenadas publicamente.

    Tão interessante como a observação da arte grega, podemos também notar que elementos estéticos criados por este povo ainda influenciam a arte contemporânea. Movimentos como o Renascimento, o Iluminismo e o Classicismo tiveram grande preocupação em retomar e refletir à luz dos referenciais lançados pelos gregos. De tal forma, é inegável que o legado artístico grego ainda tenha grande utilidade para se pensar o tempo presente.


    Por Rainer Sousa
    Mestre em História
    Artes

    A Arte Grega

    Alan Garofano  |  AS  segunda-feira, março 03, 2014

    A arte grega ainda tem influência sobre os padrões estéticos do mundo contemporâneo.
    A arte grega ainda tem influência sobre os padrões estéticos do mundo contemporâneo.
    Ao falarmos sobre a arte grega, temos uma grande dificuldade comum a toda civilização que tem suas manifestações investigadas. Estando subordinada ao tempo e à cultura, a arte grega assume traços e características que variam bastante ao longo do tempo. Assim como nós, os interesses temáticos e estéticos da população grega variaram bastante com o passar dos séculos. Isso, sem contar que esse mesmo povo era formado por várias cidades-Estado e entrou em contato com outras civilizações do mundo antigo.

    Se pudermos destacar um aspecto que difere a arte grega das outras civilizações, devemos então explorar a questão do lugar que a arte ocupou na vida desse povo. Ao contrário de outros povos, os gregos não restringiram o desenvolvimento de sua arte a um único aspecto de suas vidas (como a religião) e nem atrelou a mesma aos interesses de um único grupo social. Entretanto, isso não quer dizer que os gregos transformaram sua arte em um âmbito autônomo e livre de influências.

    Umas das mais interessantes características da arte grega é a preocupação em se pensar e retratar as ações humanas. Com isso, vemos que os gregos estabelecem a exploração de temáticas que singularizam o aparecimento do homem nas artes. Ainda a esse respeito, podemos ver que a escultura e a pintura grega, por exemplo, reforçam ainda mais esse traço humanístico ao promover o desenvolvimento de técnicas que reproduziam o corpo com grande riqueza de detalhes.

    No âmbito das artes cênicas, os gregos fundaram gêneros que até hoje organizam as várias modalidades do teatro contemporâneo. A tragédia e a comédia aparecem como textos em que os costumes, instituições e dilemas da existência eram discutidos através da elaboração de narrativas e personagens bastante elaboradas. Tendo grande prestigio entre a população, o teatro atraía os olhares de várias pessoas que se reuniam para admirar e discutir as peças encenadas publicamente.

    Tão interessante como a observação da arte grega, podemos também notar que elementos estéticos criados por este povo ainda influenciam a arte contemporânea. Movimentos como o Renascimento, o Iluminismo e o Classicismo tiveram grande preocupação em retomar e refletir à luz dos referenciais lançados pelos gregos. De tal forma, é inegável que o legado artístico grego ainda tenha grande utilidade para se pensar o tempo presente.


    Por Rainer Sousa
    Mestre em História


    A estrutura da cor é dividida em estrutura física e psicológica. A estrutura física se subdivide em matiz, que é a que difere uma cor da outra; luminosidade, que é o componente que provoca alteração nas cores entre claro e escuro; saturação, que produz várias nuances de acordo com a pureza e intensidade da cor.
    A estrutura psicológica relata a sensação inconsciente que a cor traz para o homem. A temperatura traz a sensação de que determinada cor é quente, fria ou morna. O contraste sucessivo traz a sensação de modificação das cores quando vistas em conjunto. Dimensão traz a sensação que a cor aproxima, distancia. Peso e tamanho traz a sensação que as cores escuras são menores e mais pesadas que as cores leves. No sabor, as cores quentes estimulam o apetite.
    Em pesquisa realizada com 236 pessoas da Ásia, África e Europa, foi constatado que as mulheres percebem mais as cores do que os homens. Os pigmentos responsáveis pela absorção das cores, chamados opsinas, está presente no cromossomo X. A mulher possui dois X enquanto o homem possui um só, e isso faz com que a mulher tenha duas cópias de opsinas.
    Por Gabriela Cabral
    Equipe Brasil Escola

    Artes

    A estrutura das cores

    Alan Garofano  |  AS  segunda-feira, março 03, 2014


    A estrutura da cor é dividida em estrutura física e psicológica. A estrutura física se subdivide em matiz, que é a que difere uma cor da outra; luminosidade, que é o componente que provoca alteração nas cores entre claro e escuro; saturação, que produz várias nuances de acordo com a pureza e intensidade da cor.
    A estrutura psicológica relata a sensação inconsciente que a cor traz para o homem. A temperatura traz a sensação de que determinada cor é quente, fria ou morna. O contraste sucessivo traz a sensação de modificação das cores quando vistas em conjunto. Dimensão traz a sensação que a cor aproxima, distancia. Peso e tamanho traz a sensação que as cores escuras são menores e mais pesadas que as cores leves. No sabor, as cores quentes estimulam o apetite.
    Em pesquisa realizada com 236 pessoas da Ásia, África e Europa, foi constatado que as mulheres percebem mais as cores do que os homens. Os pigmentos responsáveis pela absorção das cores, chamados opsinas, está presente no cromossomo X. A mulher possui dois X enquanto o homem possui um só, e isso faz com que a mulher tenha duas cópias de opsinas.
    Por Gabriela Cabral
    Equipe Brasil Escola


    A cor é percebida através dos cones na nossa visão. Existem no olho cerca de seis milhões de cones e a ausência ou deficiência dos cones causa o daltonismo. A cor representa uma percepção para o cérebro e o estimula a diferenciar uma cor da outra. Assim, o cérebro aprende a corrigir a cor dos objetos, ou seja, se usar um óculos escuro, ao tirá-lo o cérebro mostrará tudo escuro por um tempo até que perceba que deve deixar a correção.
    Pesquisa realizada por um laboratório de cores mostrou que as pessoas julgam subconscientemente uma outra pessoa, um ambiente ou um objeto pela cor. O emocional liga a cor a uma determinada situação:
    - Vermelho; perigo, quente, excitante, sexo.
    - Azul; masculino, frio, calmo, estável.
    - Branco; puro, honesto, frio.
    - Pastel; feminino, sensível, delicado.
    - Laranja; emoção, positivo.
    - Negro; morte, poder, autoridade, seriedade.
    - Rosa; feminino, quente, ardente.
    - Verde; natureza, conforto, esperança, dinheiro.
    - Amarelo; sol, calor, calma, tranquilidade.
    Há pessoas que possuem deficiências para perceber as cores, essas atingem mais homens que mulheres. O fato de o homem possuir um só cromossomo X faz com que o número de deficiência seja grande, já nas mulheres, por possuir dois cromossomos X, é necessário que os dois cromossomos estejam defeituosos para que sua visão seja afetada.
    Por Gabriela Cabral 

    Artes

    A Percepção das Cores

    Alan Garofano  |  AS  segunda-feira, março 03, 2014


    A cor é percebida através dos cones na nossa visão. Existem no olho cerca de seis milhões de cones e a ausência ou deficiência dos cones causa o daltonismo. A cor representa uma percepção para o cérebro e o estimula a diferenciar uma cor da outra. Assim, o cérebro aprende a corrigir a cor dos objetos, ou seja, se usar um óculos escuro, ao tirá-lo o cérebro mostrará tudo escuro por um tempo até que perceba que deve deixar a correção.
    Pesquisa realizada por um laboratório de cores mostrou que as pessoas julgam subconscientemente uma outra pessoa, um ambiente ou um objeto pela cor. O emocional liga a cor a uma determinada situação:
    - Vermelho; perigo, quente, excitante, sexo.
    - Azul; masculino, frio, calmo, estável.
    - Branco; puro, honesto, frio.
    - Pastel; feminino, sensível, delicado.
    - Laranja; emoção, positivo.
    - Negro; morte, poder, autoridade, seriedade.
    - Rosa; feminino, quente, ardente.
    - Verde; natureza, conforto, esperança, dinheiro.
    - Amarelo; sol, calor, calma, tranquilidade.
    Há pessoas que possuem deficiências para perceber as cores, essas atingem mais homens que mulheres. O fato de o homem possuir um só cromossomo X faz com que o número de deficiência seja grande, já nas mulheres, por possuir dois cromossomos X, é necessário que os dois cromossomos estejam defeituosos para que sua visão seja afetada.
    Por Gabriela Cabral 


    A arte em forma de pintura
    A arte é uma forma de o ser humano expressar suas emoções, sua história e sua cultura através de alguns valores estéticos, como beleza, harmonia, equilíbrio. A arte pode ser representada através de várias formas, em especial na música, na escultura, na pintura, no cinema, na dança, entre outras.
    Após seu surgimento, há milhares de anos, a arte foi evoluindo e ocupando um importantíssimo espaço na sociedade, haja vista que algumas representações da arte são indispensáveis para muitas pessoas nos dias atuais, como, por exemplo, a música, que é capaz de nos deixar felizes quando estamos tristes. Ela funciona como uma distração para certos problemas, um modo de expressar o que sentimos aos diversos grupos da sociedade.
    Muitas pessoas dizem não ter interesse pela arte e por movimentos ligados a ela, porém o que elas não imaginam é que a arte não se restringe a pinturas ou esculturas, também pode ser representada por formas mais populares, como a música, o cinema e a dança. Essas formas de arte são praticadas em todo o mundo, em diferentes culturas. Atualmente a arte é dividida em clássica e moderna e qualquer pessoa pode se informar sobre cada uma delas e apreciar a que melhor se encaixar com sua percepção de arte.
    Artes

    A Arte

    Alan Garofano  |  AS  segunda-feira, março 03, 2014


    A arte em forma de pintura
    A arte é uma forma de o ser humano expressar suas emoções, sua história e sua cultura através de alguns valores estéticos, como beleza, harmonia, equilíbrio. A arte pode ser representada através de várias formas, em especial na música, na escultura, na pintura, no cinema, na dança, entre outras.
    Após seu surgimento, há milhares de anos, a arte foi evoluindo e ocupando um importantíssimo espaço na sociedade, haja vista que algumas representações da arte são indispensáveis para muitas pessoas nos dias atuais, como, por exemplo, a música, que é capaz de nos deixar felizes quando estamos tristes. Ela funciona como uma distração para certos problemas, um modo de expressar o que sentimos aos diversos grupos da sociedade.
    Muitas pessoas dizem não ter interesse pela arte e por movimentos ligados a ela, porém o que elas não imaginam é que a arte não se restringe a pinturas ou esculturas, também pode ser representada por formas mais populares, como a música, o cinema e a dança. Essas formas de arte são praticadas em todo o mundo, em diferentes culturas. Atualmente a arte é dividida em clássica e moderna e qualquer pessoa pode se informar sobre cada uma delas e apreciar a que melhor se encaixar com sua percepção de arte.

    Postagens Geral

    © Converted by SemRepetentes